Estude a Bíblia Comigo

Introdução da 2ª Epístola aos Tessalonicenses

PROPóSITO
A Segunda Epístola aos Tessalonicenses (2Ts) desenvolve com maior amplitude o tema do retorno de Cristo, já tratado em 1Tessalonicenses (ver a Introdução a esta epístola). No entanto, o motivo imediato da sua redação foi a aparição na cidade de algumas pessoas que estavam semeando inquietações entre os membros daquela igreja fundada por Paulo.
Tratava-se de gente exaltada, de certos convertidos ao Cristianismo que insistiam tanto na iminência do retorno de Cristo e do juízo final, a ponto de causar intranqüilidade entre os crentes tessalonicenses. Eram pessoas que, para dar maior peso aos seus próprios ensinamentos, os atribuíam a Paulo ou então utilizavam algum texto do apóstolo interpretando mal e explicando-o erroneamente (2.2).

CONTEúDO E ESTRUTURA
A situação da igreja de Tessalônica não era fácil, segundo se conclui das expressões: “em todas as vossas perseguições e nas tribulações que suportais” (1.4) e “e a vós outros, que sois atribulados” (1.7). Mas o apóstolo dá graças a Deus porque, apesar de tudo, os crentes progridem na fé e no amor e na paciência com que suportam os padecimentos (1.3-4). A sua firmeza será recompensada, e aqueles que os perseguem receberão o justo castigo “quando do céu se manifestar o Senhor Jesus” (1.3-12 e, especialmente, vs. 6-10).
Quanto à segunda “vinda de nosso Senhor Jesus Cristo e à nossa reunião com ele” (2.1), o apóstolo afirma que não é um acontecimento imediato, mas que antes, deve aparecer o “iníquo”, que é “segundo a eficácia de Satanás” (2.9). É certo que esse “mistério da iniqüidade” já está atuando (2.7) e que um dia chegará a ser plenamente manifesto; mas o Senhor o destruirá (2.8), quando trouxer o seu juízo e a sua vitória sobre “todos quantos não derem crédito à verdade; antes, pelo contrário, deleitaram-se com a injustiça” (2.12).
Esta exposição é seguida por uma ação de graças e algumas breves exortações (2.13—3.5). E o corpo central da carta termina com um chamado a se manter a disciplina e o trabalho honrado, para a melhor convivência de todos na congregação (3.6-15).

PECULIARIDADES: 1 E 2TESSALONICENSES
É evidente que entre as duas cartas de Paulo aos tessalonicenses existem importantes analogias. A linguagem tem frases e expressões semelhantes, que tanto num como no outro texto podem identificar-se como paulinas. O tema central é o mesmo em ambas as epístolas: a segunda vinda de Cristo, a sua iminência e os sinais que a precederão.

DATA E LUGAR DE REDAçãO
Sobre o lugar e a data de composição não temos dados precisos. É provável que a tenha enviado também de Corinto, pouco depois de 1Tessalonicenses, entre os anos 50 e 51.

ESBOçO:
Prólogo (1.1-12)
1. Manifestação do homem da iniqüidade (2.1-12)
2. Escolhidos para a salvação (2.13-17)
3. Que a palavra de Deus seja glorificada (3.1-5)
4. O dever de trabalhar (3.6-15)
Epílogo (3.16-18)

ILUMINA

Nenhum comentário:

Postar um comentário